Cuidadores exaustos. Descubra como agir nessa hora!

Facebooktwittergoogle_plus

Cuidadores exaustos, deprimidos, desagastados.

Essa é uma cena comum, infelizmente.

Estar 24h à disposição, atento a todos passos do seu familiar, não fazer mais nada além de ficar em casa, cuidar do familiar, da casa, tudo relacionado ao transtorno.

Sei que muitos cuidadores são os únicos responsáveis pelo seu ente querido e que isso dificulta muito o dia a dia.

Entretanto, sei também que sempre existe um “jeitinho” para dar uma aliviada, relaxar, descansar!

Eu bato forte nessa tecla e sempre farei assim. Você, cuidador, precisa ver que não é de ferro!! Precisa separar um tempo para cuidar de sim, para sair “fora desse ambiente” e respirar outros ares. É possível sim!!

Também sei que muitos de vocês não vão gostar e nem concordar comigo, e tudo ok. Porém, afirmo para vocês que aqueles cuidadores que aprendem a se respeitar, a se permitir descansar, conseguem lidar melhor com as dificuldades diárias.

Escutei esses dias de uma mãe cuidadora: “ eu preciso viver, continuar minha vida. Tenho um grupo de amigas e procuro ir toda semana a reunião com elas, porque senão eu não aguento”.

E agora eu vos pergunto: essa atitude dela é errada? É um abandono, descaso com o familiar?

Em hipótese alguma!

E fico muito feliz quando escuto familiares que começam a viver além do mundo da esquizofrenia.

Eles não estão abandonando ou deixando seu familiar na mão, sem amparo ou cuidados, mas estarão sim, contribuindo para que ele tenha uma maior independência, perceba que é capaz de muita coisa que evita, trazendo mais qualidade de vida para família.

Não é saudável viver 100% focado na doença, ninguém aguenta e o corpo vai responder adoecendo.

Por isso digo a vocês cuidadores que busquem seu espaço, tenham seus momentos sem o familiar.

Quer algumas ideias do que você pode fazer?

  • Saia para tomar um café, com as amigas ou sozinho;
  • Vá dar uma caminhada, passear na praça ou no shopping;
  • Ouça aquelas músicas que você gosta e te fazem bem, que te fazem relaxar;
  • Leia aquele livro que faz tempo que você quer;
  • Medite! Nem que sejam 10 minutos por dia, faz uma baita diferença!
  • Não deixe de sair por causa do seu familiar. Se ele não quer ir, vá sozinha. Talvez você precise voltar mais cedo, mas não deixe de ir;
  • Cuide de si mesmo! Faça as unhas, cabelo, compre algo novo!

Atenção Cuidador!!

Se o cuidador não cuidar dele mesmo, não se permitir descansar, além de adoecer, mais cedo ou mais tarde a agressividade e a culpa podem surgir.

Acaba-se, sem querer, culpando o familiar pela situação e desgaste familiar e aí com certeza o clima fica ruim e o transtorno tende a se intensificar.

Queremos evitar essa fase!! Sendo assim, vamos prevenir!

Olhe para si mesmo, descanse, passeie, SEM CULPA! Não é luxo não, é saúde! É amor próprio! É bem-estar e qualidade de vida para toda família.

Cuidador bem cuidado consegue cuidar melhor do seu familiar, pense bem e permita-se!!

Cuidando de si mesmo!!

Cuidando de si mesmo!!

Beijos e até logo!

Daniela

Comentários

Comentários