Medicação: a grande aliada na esquizofrenia

Facebooktwittergoogle_plus

Dicas para os cuidadores sobre Medicação

Conviver com uma pessoa que têm esquizofrenia é uma luta diária e um novo aprendizado a cada dia.

Após um longo período de: negações, aceitação, buscas, conhecimento do transtorno e estabilização, as coisas começam a se organizar.

Mas, para que tudo isso ocorra o uso das medicações é FUNDAMENTAL!!

Remédios: os aliados!!

Remédios: os aliados!!

Nesse sentido seguem algumas dicas sobre as medicações para os cuidadores que têm um familiar com esquizofrenia:

  • Nem pensar em parar as medicações!! Após 3 dias sem medicação seu familiar já começa a desestabilizar e os sintomas afloram novamente;
  • Fique sempre atento se seu familiar realmente está tomando as medicações!! Eles são muito espertos!! Fazem cada coisa para enganar o cuidador/familiar que você nem imagina!!
  • Com a estabilização alguns sintomas da esquizofrenia amenizam e com isso seu familiar ACREDITA que está curado/a. Por isso fique alerta!! Somente após algum tempo eles realmente se conscientizam que o transtorno existe e será para sempre;
  • NUNCA, NUNCA, troque, diminua ou faça qualquer outra coisa em relação as medicações do seu familiar por sua conta!! Somente o Psiquiatra do seu familiar pode alterar as doses ou medicações.

Algumas vezes a ansiedade do familiar ou ouvir de outras pessoas que se deve mexer ou trocar a medicação pode causar sérios problemas na estabilização do seu familiar, pois cada remédio é para um sintoma e a falta deles pode causar outros sintomas ou reações contrárias.

Não permita que a estabilização de seu familiar seja perdida!

Se você, cuidador, tem alguma dúvida ou não concorda com as medicações prescritas pelo Psiquiatra do seu familiar procure-o e esclareça com ele/a suas questões, questione, mas, NÃO TROQUE POR SUA CONTA.

Somente o Psiquiatra pode alterar as dosagens ou remédios!!

Tenha paciência que aos poucos as “melancias se ajeitam na carroça” e vocês voltarão a viver com mais tranquilidade.

Apoio Familiar

Apoio Familiar

Beijos e até logo!

Daniela

Comentários

Comentários