Descubra como a Psicoeducação pode ajudar você cuidador

Facebooktwittergoogle_plus

Grupos: por que participar??

Grupos: por que participar??

Essa é a pergunta que muitos cuidadores se fazem no início: o que um grupo de Psicoeducação vai me ajudar com meu familiar que têm esquizofrenia? Por que participar?

Todas histórias dos familiares que convivem com a esquizofrenia são semelhantes, mas saibam que nunca serão iguais!!

Nunca serão iguais porque cada um reage de uma maneira a doença.

Cada família recebe a notícia da esquizofrenia e lida com ela do seu jeito, de acordo com suas capacidades e forças.

Cada familiar apresenta certas particularidades. Alguns são mais isolados, outros não, uns mais agressivos, outros não. Há aqueles que são mais carinhosos e os mais “secos”.

Entretanto através dos grupos, das conversas, se aprende e evolui muito. Podem perguntar aos cuidadores/familiares que já fazem parte de grupos que eles irão confirmar!

Através da Psicoeducação você irá aprender:

  • Aprender que existem maneiras diferentes de lidar com seu familiar e que podem funcionar;

  • Aprender mais sobre o transtorno, causas, sintomas, surto;

  • Aprender a não se culpar pela doença e que é possível viver melhor com algumas limitações, mas um pouco melhor;

  • Aprender que você, mesmo sendo cuidador, é um ser humano que sofre, que fica triste e tem esse direito!

  • Aprender que você também precisa cuidar de si mesmo, ou será mais difícil aguentar a sobrecarga.

Cada dia que passa me convenço mais que as mães são grandes guerreiras e alguns pais, conjugues, irmãos, que cuidam de seus familiares. Digo isso porque vejo eles passarem por cada luta, cada batalha, mas sem desistir. Enfraquecem, sofrem, mas não desistem.

E a maneira como as famílias lidam com a doença pode melhorar muito com a participação em grupos. Sua sobrecarga diminui, seus sentimentos amenizam.

Longe de se dizer que familiares que participam de grupos não sofrem! Mas, pelo menos eles têm no grupo um apoio, um refúgio para desabafar, aprender. Para pensar em alternativas para sua família.

E esses cuidadores começam a cuidar um pouco de si também! Passam a perceber que merecem e tem direito de ser feliz !!

Beijos e até logo!

Daniela

Comentários

Comentários